domingo, 13 de dezembro de 2009

Vozes da árvore fazem espetáculo hoje na Serra

Apresentação envolve 44 jovens intérpretes de canções góticas em concertos gratuitos, em Gramado

http://zerohora.clicrbs.com.br/rbs/image/7445934.jpg
Vanessa Franzosi | vanessa.franzosi@pioneiro.comNa decoração natalina, a árvore é indispensável. Em algumas casas, ela abriga os presentes. Em outras, é o presépio que é acolhido.

Mas na Rua Coberta, no centro de Gramado, uma árvore gigante ganha outro significado ao comportar 44 vozes. O símbolo maior do Natal, o nascimento de Jesus, é celebrado pelas canções do espetáculo Árvore Cantante e faz com que o público relembre que a época não é somente de consumismo, mas de reflexões.

O repertório executado em pouco mais de meia hora traz diferentes canções góticas, muitas conhecidas pelo público e traduzidas de tradicionais músicas americanas. Noite feliz, é claro, está na lista e é uma das que mais encantam. É também uma das poucas que compõem os quatro diferentes repertórios da Árvore.

A diferença do espetáculo, porém, está na proximidade com que o público o assiste. Assim, é possível acompanhar os detalhes e se envolver pelas expressões dos 44 jovens e adolescentes que se enfileiram sobre a árvore compondo o espetáculo.

As vozes, preparadas para o Natal Luz desde agosto, são de pessoas que têm entre 11 e 25 anos e se deslocam de Taquara, a 40 quilômetros de Gramado, em todos os dias de apresentações. Eles são profissionais do canto e têm atividades em dois corais do Instituto Adventista Cruzeiro do Sul (IACS).

– Estou bem realizada porque, com essas apresentações, a gente consegue ver a reação das pessoas ao nos assistir – explica a integrante do coral Genine Moreira de Freitas Guimarães.

A aluna do Ensino Médio da instituição, que funciona em sistema de internato, tem 16 anos e vive longe da família há três. Distante do Maranhão, ela se dedica ao coral e aos estudos, e é uma das poucas alunas que estiveram em todas as apresentações da Árvore Cantante até agora, em Gramado. O coral Natal Luz da instituição é composto por 200 integrantes que se revezam nas apresentações na Rua Coberta e no Nativitaten, com 94 vozes.

– A rotina na escola não se alterou com as apresentações, por isso revezamos os integrantes. Viajamos para Gramado e voltamos na mesma noite, para o dia começar cedo com as aulas – explica a maestrina do coral Natal Luz, Ana Maria Macedo de Quevedo, que ainda acompanha o Coral de Adolescentes do IACS em concertos quase diários nesta época do ano.

Ela e o maestro Gerson Salcedo, são os produtores da Árvore Cantante, composta pela primeira vez pelas vozes da instituição de Taquara.

Um comentário:

Flavia disse...

O QUE VCS VÃO FAZER A RESPEITO DE CRIANÇAS MORRENDO DENTRO DESTE INTERNATO?